asylum-art:

 Incredible Photorrealistic Illustrations by Kei Meguro

Artist on Tumblr Behance| Facebook| Instagram

Kei Meguro is a Japanese graphic designer and illustrator who specialization in typography, packaging design and illustration. She starts off her illustrations with a rough sketch and then adds detail using graphite and black/white pencils, some of her portraits are also created in programmes such as photoshop. Kei’s sketches take from 3-10 hours to complete, and she sells some of her work on Society6

"For my ink drawings I use Sakura Micron pens, all different thicknesses- from 005 to 08. Other than that, I stick to graphite + black/white pencils and also drawing digitally on photoshop… First I sketch and get the basic details with pencil- i also build a base with graphite (mostly just shadows). Then I scan my work in and edit digitally:) I’m Japanese but live in New York right now."

(via ffw-radar)

Marc by Marc Jacobs: Mens Spring 2015:

tastefullyoffensive:

Celebrity Magazine Covers Seamlessly Blended With Classic Paintings

by Eisen Bernard Bernando

(Source: eisenbernard, via iwantbigcloset)

(Source: somebodysparty, via andredoval)

…o crepúsculo acontece entre os galhos secos.
#OlhaProCéuMeuAmô  (em Chapecó)

…o crepúsculo acontece entre os galhos secos.
#OlhaProCéuMeuAmô (em Chapecó)

(via ffw-radar)

"…sinto um movimento conservador muito violento vindo por aí, um negócio esquisito. Um monte de jovem achando legal ostentar ‘sou politicamente incorreto,  sim’, como se ser politicamente incorreto em si fosse revolucionário, moderno ou engraçado. E aí virá falta de civilização, de respeito de gentileza, e daí pra falta de ética, preconceito e violência é um passo."
Wagner Moura e sua visão acertada sobre o individualismo e egocentrismo contemporâneo  na @revistatpm .

"…sinto um movimento conservador muito violento vindo por aí, um negócio esquisito. Um monte de jovem achando legal ostentar ‘sou politicamente incorreto, sim’, como se ser politicamente incorreto em si fosse revolucionário, moderno ou engraçado. E aí virá falta de civilização, de respeito de gentileza, e daí pra falta de ética, preconceito e violência é um passo."

Wagner Moura e sua visão acertada sobre o individualismo e egocentrismo contemporâneo na @revistatpm .